Vídeos | Ministério Graça sobre Graça

Compartilhe:
 

CATEGORIAS:

 

JÁ NASCEMOS MORTOS

Uma das notícias mais magníficas que o aprendizado da Graça nos trouxe é a revelação de que nós já nascemos mortos para Deus. Este extraordinário entendimento nos faz descansar quanto à nossa eternidade e quanto à nossa posição diante do Criador (como Seus filhos eleitos, perfeitos diante dEle, abençoados, selados com o Espírito Santo etc.). Neste estudo nós vimos como e quando a nossa morte aconteceu e quais os resultados desta maravilhosa bênção que Cristo conquistou e nos concedeu pela Graça.

Ver Vídeo

A ÚNICA FORMA DE VIVERMOS PARA DEUS

A maioria dos filhos de Deus que tiveram o privilégio de ouvir e ter a revelação do Evangelho da Graça veio do sistema religioso, especialmente do que se diz “cristão”, a saber, o Cristianismo (católicos, protestantes e afins). E todos, então, que tiveram esta experiência religiosa antes da Graça em suas vidas pensavam que viver para Deus era frequentar o "templo" construído por mãos humanas de sua denominação, seguir suas ordenanças criadas por homens e cumprir toda a liturgia e o cerimonialismo impostos (muitos inspirados e outros até mesmo vindos diretamente da lei do Antigo Pacto). A revelação do Evangelho da Nova Aliança, no entanto, interrompe toda a religiosidade e nos mostra o que é, verdadeiramente, viver para Deus.

Ver Vídeo

DESENVOLVA A SUA SALVAÇÃO

Na visão de grande parte do Cristianismo (provavelmente 99,9% dos que se dizem “cristãos”) a Salvação eterna, isto é, a vida eterna, ainda não foi dada e, pior, depende totalmente ― ou em parte ― dos méritos religiosos dos homens. Isto, claro, coloca em xeque a segurança que temos em Cristo com relação à nossa eternidade e faz com que todas as pessoas que comungam deste entendimento tenham medo de “perder” a sua Salvação. Uma das responsáveis por esta maldita ideia é a má interpretação do texto bíblico onde o apóstolo Paulo orienta os irmãos filipenses a “desenvolverem” a Salvação deles. Afinal, desenvolver a Salvação é o mesmo que se esforçar para alcançar a vida eterna? O que Paulo quis dizer ao dar tal direção à igreja de Filipos?

Ver Vídeo

O MISTÉRIO REVELADO NA NOVA ALIANÇA

Como vimos em nosso estudo anterior, a promessa do Criador a Abraão redundou, por meio de Cristo, na Nova Aliança ― a Eterna Aliança da Graça de Deus ― e trouxe gratuitamente a vida eterna para todos os eleitos de Deus (que têm esta posição independentemente de suas etnias, pois ser filho(a) do Altíssimo não tem relação com a carne). Neste estudo nós continuamos este raciocínio e vimos que a filiação espiritual era um mistério até que o advento do Novo Pacto revelasse a verdade sobre os verdadeiros filhos de Deus.

Ver Vídeo

O PACTO ETERNO DA GRAÇA

A Aliança firmada entre Deus e Abraão, que resultou na Promessa da Graça em Cristo Jesus, foi acordada quatrocentos e trinta anos antes da manifestação da lei dada pelo Eterno a Moisés. O posterior advento da lei, no entanto, não anulou a Promessa. Pelo contrário. Cristo não só cumpriu todas as exigências da lei, como, através disso, confirmou o Pacto da Graça por meio de Seu maravilhoso sangue. A propósito, a pregação do Evangelho da Graça é eterna, pois o Novo Pacto é eterno ― e este não foi estabelecido com nenhuma etnia terrena, mas com o verdadeiro Israel.

Ver Vídeo