OS ELEITOS PRECISAM OUVIR A VERDADE | Ministério Graça sobre Graça

 

  OS ELEITOS PRECISAM OUVIR A VERDADE

OS ELEITOS PRECISAM OUVIR  A VERDADE

Por Cristiano França

 

"Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue?" (Romanos 10:14)

 

A Predestinação é uma doutrina perfeita; é um dos entendimentos mais bem fundamentados na Bíblia. Infelizmente, porém, este raciocínio tão maravilhoso, genuinamente bíblico e que indubitavelmente exalta a Soberania de nosso Senhor tem sido renegado pela esmagadora maioria dos que se dizem seguidores da Palavra de Deus.

 

Um dos argumentos daqueles que não creem na Predestinação é o seguinte: “Se já estamos predestinados, então não precisamos mais pregar a Palavra!”. É evidente que tal argumento é fruto de uma imensa ignorância. Afinal, o apóstolo que mais ensinou sobre eleição e predestinação foi também o que mais levou a Palavra ao mundo, a saber, Paulo. Este fato nos mostra muito claramente que a Predestinação não anula o nosso dever de pregar a Palavra da Graça de Deus que nos foi revelada pela Sua misericórdia. Ao contrário! Saber que Deus escolheu um povo para Si segundo o beneplácito de Sua vontade soberana, nos impulsiona ainda mais a buscarmos a evangelização do mundo:

 

“Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para POR TODOS OS MEIOS chegar a salvar alguns.” (1ª Coríntios 9:22)

 

O que as pessoas do sistema religioso não entendem é que nós não devemos pregar com o intuito de salvar as ovelhas quanto à eternidade delas, pois a Salvação eterna de todos os escolhidos já é um ato consumado desde a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo:

 

"E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; isto é, Deus estava em Cristo RECONCILIANDO CONSIGO O MUNDO, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação." (2ª Coríntios 5:18-19)

 

Na morte de Cristo fomos reconciliados de uma vez por todas. Esta foi a Salvação de nosso espírito (eterna). Assim, a pregação do Evangelho após a cruz tem o intuito de salvar os predestinados no que tange aos seus entendimentos. Todas as ovelhas escolhidas, independentemente de qualquer coisa, já estão salvas eternamente pela Graça no espírito (homem interior). Todavia, nem todas têm a Salvação manifestada na mente. Desta forma, saber que há eleitos perdidos no mundo, nos engodos da religião, nas obras da carne etc., só nos leva a desejar que a libertação que vem pelo conhecimento da verdade (João 8:32) alcance o máximo de ovelhas que estão no mundo.

 

Uma das coisas que mais me incomodam é ver pessoas pouco (algumas nem um pouco) interessadas em levar a Palavra da Graça adiante. Tais pessoas receberam a Revelação, mas não se preocupam em levá-la a outras vidas. Esta inércia é extremamente prejudicial à missão Igreja na Terra. Penso que conhecer a Graça acende em nós um desejo ardente de levar a revelação aos olhos espirituais do maior número de pessoas possível. Ao menos comigo foi assim. E a existência do meu ofício ministerial é fruto desta grande aspiração em minha vida.

 

Felizmente, boa parte dos abençoados que receberam a genuína Graça através do MIGG hoje também dedicam suas vidas à evangelização, o que me deixa muito feliz e com o sentimento de que estamos no caminho certo. Contudo, percebo que muitos ainda precisam despertar para a realidade incontestável que nos cerca, a saber: ainda há um incontável número de ovelhas que precisam de libertação. Por isso não podemos nos calar, pois como estas ovelhas vão ouvir a Palavra, se não há quem a leve? Em outras palavras, como seus familiares, amigos, vizinhos etc. vão ter contato com a Verdade se você não a apresenta? Pense nisso.

 

Nosso Ministério tem uma quantidade de material em Graça tão grande que não existem desculpas para a falta empenho na evangelização. Qualquer pessoa, mesmo não tendo aptidão para pregar ou ensinar pode, por meio de nosso conteúdo, levar a Palavra facilmente. Por isso, arregace as mangas e faça a sua parte.

 

 




Voltar