O DOM DA FÉ PERTENCE AOS ELEITOS DE DEUS | Ministério Graça sobre Graça

 

  O DOM DA FÉ PERTENCE AOS ELEITOS DE DEUS

O DOM DA FÉ PERTENCE AOS ELEITOS DE DEUS

Por Cristiano França

 

“E para que sejamos livres de homens dissolutos e maus; porque a fé não é de todos.” (2ª Tessalonicenses 3:2)

 

A maioria das pessoas que frequentam as denominações ditas cristãs, devido às heresias desse mesmo sistema religioso, acredita que qualquer um pode “aceitar” a Jesus e crer na Palavra do Evangelho quando quiser. No entanto, sabemos que existem no mundo, desde o princípio da existência humana, dois tipos de sementes distintas. Jesus denominou tais pessoas de “trigo e joio” (Mateus 13:24-30). O trigo, segundo a explicação do Senhor (Mateus 13:38), representa os filhos do Reino. Estes, claro, têm a capacidade de crer; o joio não têm esta habilidade: 

 

“…vós não credes porque não sois das minhas ovelhas…” (João 10:26)

 

A Bíblia rotula estes dois grupos de várias maneiras, a saber: “trigo e joio”, como acabamos de ver, “vasos de honra e desonra”, “ovelhas e cabritos”, enfim.

 

Como vimos logo no versículo inicial, a fé não pertence a todos. Este Dom maravilhoso só pertence aos filhos do Reino, conhecidos na Bíblia também como eleitos de Deus:

 

“Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade.” (Colossenses 3:12)

 

“Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor.” (Efésios 1:4)

 

Não há a menor dúvida que o Dom da Fé pertence apenas àqueles que o Eterno elegeu desde antes da fundação do mundo:

 

“Paulo, servo de Deus, e apóstolo de Jesus Cristo, segundo a fé dos eleitos de Deus, e o conhecimento da verdade, que é segundo a piedade.” (Tito 1:1)

 

Vivemos o período posterior à cruz e também depois do ano 70 — onde o fim da Lei foi plenamente concluído com a queda do Templo de Jerusalém. Assim, concluímos que vivemos a plenitude de todas as promessas e isto nos garante que todos os eleitos que nasceram nesta Nova Aliança já se manifestaram em carne dotados do Espírito Santo (para maiores detalhes sobre este assunto, leia o nosso texto: “Selados para sempre desde o ventre”. Clique aqui para acessá-lo). Como os filhos do Reino neste Novo Pacto já nascem selados pelo Espírito, consequentemente todos os eleitos já nascem com o Dom da Fé em seu interior. Deste modo, cremos que independente da situação em que se encontram, independente da religião que seguem — ou se não seguem nenhuma crença —, todas as ovelhas de Cristo têm a capacidade de crer.

 

O Dom da Fé precisa da Palavra para vir à tona:

 

“De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” (Romanos 10:17)

 

Este “vem” no texto em grego é uma palavra que aponta para algo que se manifesta de dentro para fora. Assim, fica claro que mesmo antes de uma ovelha ouvir o Evangelho, ela já tem dentro de si a Fé; e quando a ovelha ouve a Palavra o Dom vem do seu espírito e se manifesta em sua mente, salvando-a por meio da Revelação do Espírito. Por isso não podemos parar de pregar! A Palavra precisa continuar correndo, a fim de que os filhos do Reino, detentores do dom de crer em Jesus, possam usufruir da liberdade que Cristo conquistou por nós:

 

“Como ouvirão, se não há quem pregue?” (Romanos 10:14)




Voltar