NÃO REJEITE AS BOAS NOTÍCIAS | Ministério Graça sobre Graça

 

  NÃO REJEITE AS BOAS NOTÍCIAS

NÃO REJEITE AS BOAS NOTÍCIAS

Por Cristiano França

(Instagram: cfeleito)

 

“Mas nem todos deram ouvidos ao Evangelho, pois Isaías diz: ‘Senhor, quem deu crédito à nossa mensagem’?” (Romanos 10:16)

 

Imaginemos uma situação hipotética onde as pessoas sintonizam suas TVs em um programa de notícias que tem credibilidade e se deparam com as seguintes informações na chamada inicial do jornal:

 

a) “Descoberta a cura de todos os tipos de câncer.”

 

b) “Brasil está em primeiro lugar no mundo como país que mais oferece retorno dos impostos à população.”

 

c) “Desemprego chega a 1% no país, menor taxa da história.”

 

d) “Fome no mundo está próxima de ser erradicada.”

 

Imaginemos agora que as pessoas, após receberem tais notícias, começam a reclamar:

 

a) “Isso é um absurdo! Não aceito que o câncer tenha cura!”;

 

b) “Não posso acreditar que o Brasil dê tanto retorno às pessoas dos impostos que elas pagam. Não adianta: mesmo com todas essas provas eu não acredito!”.

 

c) “De fato não conheço ninguém que esteja desempregado e isso é péssimo!”;

 

d) “Não posso aceitar o fim da fome, pois isso vai contra as minhas convicções!”

 

Certamente, este cenário que acabei de apresentar é absolutamente sem sentido. Afinal, exceto psicopatas e sociopatas, que pessoa não iria gostar de receber notícias tão boas como estas?

 

Por mais louco e absurdo que pareça, um cenário muito semelhante a este que apresentei ocorre com as pessoas em relação à Mensagem da Graça, principalmente aquelas que já estão envolvidas em algum tipo de religião — em especial as consideradas “cristãs”. É quase inacreditável a forma como as pessoas não aceitam e odeiam as Notícias oriundas do Evangelho Predestinado por Deus para esta Nova Aliança.

 

A palavra “evangelho” vem do grego “euangelion” e significa, literalmente, “a boa notícia”. E é exatamente isto que a Evangelho da Graça nos apresenta: as Boas Notícias das conquistas que Cristo nos deu gratuitamente:

 

“E nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade, para o louvor da glória da sua Graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado.” (Efésios 1:5-6).

 

Vejamos algumas boas notícias do Evangelho:

 

a) Somos salvos e jamais perderemos a Salvação, pois fomos reconciliados com Deus para sempre.

 

b) Cristo, por meio de Sua morte, nos livrou do império das trevas (isto é, toda a conjuntura do Antigo Pacto); estamos livres dele.

 

c) Não estamos em pecado. Ao contrário! Estamos livres de toda condenação.

 

d) Deus já nos abençoou com todas as bênçãos espirituais.

 

Como alguém pode ser contra, ficar com raiva e não aceitar receber Notícias tão maravilhosas quanto estas, principalmente com toda comprovação bíblica que em Graça apresentamos? Mas é exatamente o que ocorre. Se todas as verdades apresentadas pela Palavra da Graça fossem frutos apenas de achismos ou de fundamentos não-bíblicos, teria sentido as pessoas as rejeitarem. O que nos causa estarrecimento com a não aceitação da maioria em relação à Palavra Predestinada de Sabedoria é justamente o fato de que a Revelação da Graça está totalmente comprovada pelos textos bíblicos.

 

O que impede as pessoas de se alegrarem com as Boas Novas da Graça é o véu religioso que encobre os olhos da maioria. Por isso, precisamos insistir em pregar a Palavra e orar para que este véu seja rasgado, a fim de que todas as ovelhas se alegrem com as Notícias maravilhosas que Cristo conquistou por nós e nos informou por meio do apóstolo dos gentios, a saber, Paulo.

 

DEUS JÁ NOS SALVOU E NOS ABENÇOOU!

 

 




Voltar