A PALAVRA DE DEUS NOS MOLDA À IMAGEM DE CRISTO | Ministério Graça sobre Graça

 

  A PALAVRA DE DEUS NOS MOLDA À IMAGEM DE CRISTO

A PALAVRA DE DEUS NOS MOLDA À IMAGEM DE CRISTO

Por Cristiano França

 

“Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de Seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos.” (Romanos 8:29)

 

Desde antes da fundação do mundo o Eterno nos predestinou para sermos Seus filhos e mais do que isto: ao nos eleger Ele possibilitou que, através de Sua Palavra, nos tornássemos parecidos com Jesus Cristo no que se refere ao Seu caráter (Filipenses 2:5). Quem atua em nós para que esta maravilhosa transformação ocorra é ninguém menos que o próprio Cristo, através da presença de Seu Santo Espírito em nós (Romanos 8:9). Nosso caráter vai sendo transformado através de um processo que se inicia quando o genuíno Evangelho nos é desvendado:

 

“Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.” (2ª Coríntios 3:18)

 

E a Palavra da Graça de Deus é exatamente o instrumento do Espírito para nos lavar no entendimento (e não em relação ao pecado, pois este foi limpo totalmente e para sempre na cruz), a fim de que fiquemos cada vez mais parecidos com Jesus:

 

“Para a santificar [a Igreja], purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra.” (Efésios 5:26)

 

“Não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação do Espírito Santo.” (Tito 3:5)

 

A instituição de ministérios da parte de Deus para a Igreja também tem a finalidade de fazer com que Jesus Cristo seja formado nos membros que compõem o Seu Corpo:

 

“E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao pleno conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo.” (Efésios 4:11-13)

 

O apóstolo dos gentios deixou muito claro que a igreja dos gálatas fora criada em Graça. Ou seja, eles foram gerados em Cristo (na mente) através da pregação do Evangelho da Graça feita por Paulo e, lamentavelmente, estavam se deixando levar pelo assédio dos legalistas:

 

“Estou admirado de que tão depressa estejais desertando daquele que vos chamou na Graça de Cristo, para outro evangelho.” (Gálatas 1:6)

 

Notemos agora o que Paulo diz quando afirma que precisa gerá-los de novo pelo Evangelho:

 

“Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós.” (Gálatas 4:19)

 

Os gálatas estavam perdendo a imagem de Cristo por causa da Lei. Por isso eles precisavam “nascer de novo” no entendimento para que o Senhor fosse formado neles.

 

O primeiro passo para que Cristo seja formado em nós é deixarmos o legalismo, as obras da Lei e toda religiosidade através da revelação da Palavra do Evangelho genuíno da Nova Aliança. Mas não é apenas isto. Como vimos neste texto, a nossa transformação é um processo que é contínuo em nós e vai se desenvolvendo à medida que ouvimos, nos submetemos e praticamos a Palavra de Deus em nosso viver. Assim, além de nos livrar da maldição da Lei (Gálatas 3:10), a Palavra da Graça nos molda para termos o mesmo caráter do Rei dos reis e Senhor dos senhores.  

 

 

 




Voltar